Piauí reduz em mais de 10% o número de Mortes Violentas Intencionais

O Estado do Piauí apresentou números positivos no levantamento anual na edição do Monitor da Violência referente ao ano de 2023, produzido pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP), divulgado nesta terça-feira (12). 

Em 2023, o Piauí registrou 711 casos, uma redução de mais de 10% no número de mortes violentas, em comparação com os dados de 2022, onde o estado teve 790 mortes por homicídio doloso, incluindo feminicídios, lesão corporal seguida de morte e latrocínio. 

De acordo com o gerente de análise criminal e estatística da Secretaria de Segurança Pública, delegado João Marcelo Brasileiro, o Piauí também registrou uma redução de 20% no número de latrocínios. 

“Para nós, que fazemos a gestão da Segurança Pública no Estado do Piauí, este dado não é uma novidade, visto que diariamente todos os homicídios são monitorados. Outro ponto que chama atenção, é que o Piauí, durante o ano de 2023, conseguiu parar a tendência de alta, pois víamos, desde 2020, taxas históricas de Morte de Violentas Intencionais. Além de reverter essa tendência de alta, conseguimos uma redução significativa. Esse trabalho de monitoramento continua sendo realizado e já percebemos em levantamentos iniciais que a tendência de redução se prolongará durante todo este ano”, explicou o gerente.  

Apenas cinco estados da federação tiveram aumento nas mortes em 2023: Maranhão (1.8%),  Pernambuco (5,5%), Minas Gerais (3,7%), Amapá (49%) e Rio de Janeiro (7,4%). O Ceará apresentou estabilidade e as maiores reduções foram registradas em Rondônia (-14%), Tocantins (-19%) e Sergipe (-22%).