Zé Luiz decreta calamidade pública e cancela inauguração de ponte

O prefeito de Batalha, José Luiz Alves Machado (Progressistas), assinou na quinta-feira (06), um decreto de calamidade pública em razão das fortes chuvas no município batalhense. Na noite de quarta-feira (05), um temporal deixou rastros de destruição pela cidade.

"Fica declarada Situação de Emergência, provocada pelos Desastres Naturais Classificados e codificados como Chuvas Intensas - COBRADE 1.3.2.1.4 com vigência de 60 (sessenta) dias, em toda a extensão territorial do município de Batalha-P1", diz o Artigo 1º do decreto.

O decreto autoriza a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob a Comissão Municipal de Defesa Civil - COMDEC, nas ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário e reconstrução.

Ainda de acordo com o decreto, voluntários poderão ser convocados para reforçar as ações de resposta aos desastres, assim como também, autoriza a realização de campanhas de arrecadações de recursos junto à comunidade, com o objetivo de facilitar as ações de assistência à população afetada pelas fortes chuvas, sob coordenação da COMDEC.

A medida adotada pelo Chefe do Executivo batalhense é válida por 60 dias e todos os eventos do município estão cancelados, incluindo a inauguração da 'Ponte do Vaqueiro' no Monte Alegre, prevista para este sábado (8). A inauguração estava prevista para ter início por volta das 10 horas da manhã e teria shows do cantor Anderson Rodrigues, Chaguinha Desejo e Junção Musical.

A Prefeitura também divulgou o número de telefone da Defesa Civil de Batalha para que a população entre em contato em caso de emergência. (86) 9 9539-9726.

Matérias relacionadas

Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.