Bebê morre após engolir colírio acidentalmente em Goiás


O trágico caso ocorreu no último domingo (5) em Formosa, município de Goiás. Ravi Lorenzo de apenas dois meses teria ingerido um colírio para tratamento de glaucoma ao invés do medicamento bromoprida que serve para evitar vômito e enjoos. 

Segundo a Polícia Civil, o bebê estava com náuseas, vomito e febre. Então, foi levado pela mãe a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) onde recebeu a prescrição de alguns medicamentos, inclusive a bromoprida. 

O avô da criança foi até a farmácia para comprar a medicação receitada e possivelmente de forma equivocada lhe foi repassado um colírio. Em conversa com a CNN, segundo a mãe, por volta das 19h do mesmo dia, ela teria dado o medicamento, seguindo a prescrição. Pouco tempo depois, a criança começou a chorar e gritar de dor, por isso, foi levada novamente à UPA. Ele chegou a ser intubado, mas não resistiu. “Eu pedi tanto ele pra Deus, ele era o meu sonho”, desabafa a mãe.

A Polícia Civil investiga o caso e aguarda o laudo cadavérico que deve ser apresentado em 30 dias apontando a causa exata da morte. A delegacia responsável pelo caso informou que fez diligencias na UPA a na Drograria Ultra Popular que vendeu o medicamento, a farmácia afirmou que vai colaborar com as investigações.

Com informações da CNN Brasil 

Carlos santos

Repórter e colunista no Diário de Caraíbas.

Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.