Homem é condenado a 34 anos de prisão por feminicídio em Esperantina

Na última terça-feira (12), o Tribunal do Júri da Comarca de Esperantina proferiu sentença condenatória contra Antoniel Nascimento Rodrigues. O réu foi considerado culpado pelos crimes de feminicídio consumado e homicídio tentado, ocorridos no dia 1º de abril de 2023, na zona rural de Esperantina.

De acordo com os autos do processo, Antoniel Nascimento, então namorado de Clara Oliveira Duarte, uma das vítimas, dirigiu-se a um bar na localidade de Curralinhos, ao saber que Clara estava na companhia de seu ex-namorado, Jacob Miranda Pereira. Na noite do dia 1º de abril de 2023, Antoniel desferiu três golpes de faca contra Jacob, atingindo-o no pescoço, braço e quadril. Apesar dos ferimentos, Jacob conseguiu fugir e sobreviveu. Em seguida, o agressor atacou Clara com quatro golpes de arma branca, resultando em sua morte.

Dez dias após o crime, Antoniel se entregou à polícia em Teresina. Na terça-feira passada, foi proferida a sentença condenatória de 34 anos, 11 meses e seis dias de prisão, pela prática de feminicídio e tentativa de homicídio qualificado.

O promotor de Justiça Raimundo Nonato Ribeiro Martins Júnior destacou o reconhecimento da qualificadora do feminicídio como um indicativo da rejeição social a esse tipo de crime. Segundo o promotor, essa reprovação social reflete a crescente conscientização da comunidade sobre a necessidade de combater a violência contra a mulher e garantir a aplicação da Justiça.