Ataque a tiros em escola mata aluna em São Paulo

Uma aluna morreu e três estudantes ficaram feridos, nesta segunda-feira (23), após um ataque a tiros na Escola Estadual Sapopemba, na zona leste de São Paulo. Segundo o governo paulista, um dos alunos se machucou ao tentar fugir do ataque. Todos os feridos foram levados para o Hospital Geral de Sapopemba.

Ainda de acordo com a nota divulgada pelo governo estadual, a Polícia Militar prendeu o autor dos disparos e a arma usada no crime. Os nomes do autor dos disparos e os das vítimas ainda não foram divulgados. O governo de São Paulo lamentou o ataque e expressou solidariedade às vítimas e famílias.

Ministério da Justiça

O ministro da Justiça, Flávio Dino, postou nas redes sobre o ocorrido e disse que irá auxiliar a polícia de São Paulo. “Solidariedade às vítimas, suas famílias e à comunidade da escola estadual de São Paulo, alvo de ataque com arma de fogo. Laboratório de Crimes Cibernéticos do Ministério da Justiça foi acionado para auxiliar a Polícia de São Paulo a aprofundar as investigações.”

Nota do governo de São Paulo

Em nota, o governo de São Paulo afirmou que prestará apoio psicológico aos alunos e que a prioridade é atender as vítimas. Veja a íntegra abaixo:

O Governo de SP lamenta profundamente e se solidariza com as famílias das vítimas do ataque ocorrido na manhã desta segunda-feira (23) na Escola Estadual Sapopemba. Nesse momento, a prioridade é o atendimento às vítimas e apoio psicológico aos alunos, profissionais da educação e familiares.

Durante o ataque a tiros, três alunos foram atingidos. Uma aluna morreu e outros três feridos estão sendo atendidos no Hospital Geral de Sapopemba, sendo um deles que se machucou ao tentar fugir durante o ataque. A Polícia Militar foi acionada e apreendeu o autor dos disparos e a arma utilizada por ele.

Mais informações sobre o estado de saúde das vítimas e investigação do ataque serão divulgadas em breve.

*Com informações da Agência Brasil e CNN [Foto: Reprodução/TV Globo]