Lixos são descartados de forma indevida na cachoeira do Canta Galo

Com o período chuvoso no Piauí, pontos turísticos como cachoeiras, rios e riachos se tornam um dos principais atrativos turísticos de milhares de pessoas. O município batalhense tem, em sua rota turística, cachoeiras famosas como a do Urubu, Almeidas, Xixá, Canta Galo e entre outras.

Com o aumento de pessoas que visitam esses locais, aumenta também a quantidade de lixos deixados de forma irregular. Internautas denunciaram, por meio das redes sociais, várias sacolas plásticas jogadas na cachoeira do Canta Galo, zona rural de Batalha.

Nas imagens é possível ver que até várias garrafas são deixadas no local. Apesar de recolherem o lixo e colocá-los em sacolas plásticas, os resíduos são descartados de forma inadequada na natureza.

Além de poluir o meio ambiente, tal ato pode se tornar criadouro do mosquito Aedes aegypti, transmissor de vírus causadores de doenças que são chamadas de arboviroses. Dentre as doenças mais comuns que estão neste grupo, destacam-se: Dengue, Zika e Chikungunya.

De acordo com a Lei de Crimes Ambientais (Lei nº 9.605/1998), a prática de descarte irregular de lixo pode levar à reclusão, detenção ou pagamento de multa.