Secretário de Educação esclarece briga entre alunos em ônibus escolar

Após uma denuncia feita pela página no facebook do programa Sábado News, apresentado pelo comunicador Luiz Fontinele, nesta segunda-feira (18), sobre uma suposta briga entre dois alunos dentro de um ônibus escolar, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) de Batalha emitiu uma nota de esclarecimento sobre o caso. A denúncia cobrava a falta de monitores escolares.

Em nota, a Semed disse que ao tomarem conhecimento da suposta briga a secretaria procurou os familiares. “Como se trata de informações relacionadas a crianças e por força de lei não há muito o que dizer publicamente para preservar o direito das crianças”, diz um trecho da nota.

Ainda de acordo com a nota, a Semed comunicou que providências estão sendo tomadas para que se possam evitar outros fatos semelhantes. A secretaria destinou uma equipe multiprofissional para acompanhar e prestar apoio às famílias das crianças.

O secretário de Educação, Luiz Segundo, ressaltou que a Semed estará sempre de portas abertas para ouvir presencialmente todas as famílias sobre assuntos relacionados à educação da rede municipal. “Ao tempo em que, o Secretário, deixa claro que a Secretaria de Educação está sempre de portas abertas para ouvir presencialmente todas as famílias que precisarem de algum esclarecimento sobre qualquer assunto relacionado à educação da rede municipal”, finalizou a nota.

Sancionada lei que cria cargos de monitores escolar em Batalha

O prefeito de Batalha, José Luiz Alves Machado, conhecido como Zé Luiz do Frango, sancionou a Lei Nº 894/2022, aprovada pela Câmara Municipal, que cria cargos de monitores escolares para o ensino infantil, fundamental menor, reforço e transporte escolar no município.

Ao todo, quatro vagas de monitores foram criadas com remuneração de R $606,00 com uma jornada de 20 horas de trabalho. Entre os requisitos, o candidato deve ser maior de 18 anos, não possuir outro cargo público.

De acordo com o Art5º, a seleção dos monitores será por meio de um teste seletivo por análise de currículos a ser elaborado o edital e realização das avaliações por uma comissão formada, por portaria da Secretaria Municipal de Educação ou de uma empresa especializada do ramo de seleção pessoal. 5% das vagas serão destinadas para pessoas portadoras de deficiência, nos termos da Constituição Federal.

A Lei nº 894/2022 foi assinada no dia 31 de março e publicada no Diário Oficial do Município desta segunda-feira (04). Ela entrou em vigor no dia de sua publicação.

Confira na íntegra a nota de esclarecimento:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria Municipal de Educação (Semed), esclarece por meio do secretário Luiz Segundo de Carvalho Sobrinho, que ao tomar conhecimento de uma suposta briga entre 2 alunos dentro de um ônibus escolar através das redes sociais e antes mesmo de ser procurado por alguém, o Secretário prontamente procurou as famílias acompanhado do professor Nonato Silva. Como se trata de informações relacionadas a crianças e por força de lei não há muito o que dizer publicamente para preservar o direito das crianças.

A (Semed) comunica ainda que as providências estão sendo tomadas no sentido de se evitar outros fatos semelhantes. Que foi um fato isolado até o presente momento num universo de aproximadamente 5 mil estudantes. A (Semed) destinou uma equipe multiprofissional para acompanhar as famílias das crianças para prestar apoio e proceder com o que for necessário para melhorar o processo de ensino e aprendizagem.

Ao tempo em que, o Secretário deixa claro que a Secretaria de Educação está sempre de portas abertas para ouvir presencialmente todas as famílias que precisarem de algum esclarecimento sobre qualquer assunto relacionado à educação da Rede municipal.

Luiz Segundo de Carvalho Sobrinho

Secretário Municipal de Educação

Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.