COE aprova a liberação do uso de máscaras em ambientes abertos no Piauí

O Comitê de Operações Emergenciais do Piauí (COE-PI) aprovou a liberação do uso de máscaras em ambientes abertos e semiabertos, no estado do Piauí. Em locais fechados o uso da proteção ainda é obrigatório. A decisão foi tomada em reunião, que aconteceu na manhã desta sexta-feira(25), que a última do secretário Florentino Neto, à frente da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), ele se afasta do cargo no próximo dia 31 de março. 

A decisão pela liberação do uso de máscaras em ambientes abertos e semiabertos foi tomada após análise criteriosa dos dados da pandemia, que apresentaram o Piauí com indicies favoráveis. “Nunca estivemos em uma situação tão favorável, nesses dois anos de pandemia. Estamos em um momento privilegiados em comparação aos demais estados do Nordeste. Todos os indicadores estão em uma fase verde, como nos apresentou o Dr. José Noronha. Hoje nesta última reunião, junto do COE, estou muito lisonjeado e contente com nossa população, que nos ajudou também, seguindo as medidas dos decretos e tomando à vacinas, e esses números são um reflexo . ”, disse o secretário Florentino Neto. 

Segundo a decisão do COE-PI, as máscaras ainda continuarão obrigatórias em locais fechados e também para as pessoas imunossuprimidas. O comitê também deliberou sobre a ocupação dos locais de eventos. No Piauí está liberada a ocupação de 100% em locais abertos e 80% do público em locais fechados, condicionada a entrada somente daqueles que apresentarem o cartão de vacina com o esquema vacinal completo. “A partir de agora só poderá ingressar nos eventos aqueles que tiverem com a dose de reforço aplicada. Porém aqueles que tomaram as duas doses, e ainda não estão no prazo de tomar a dose de reforço, poderão entrar nestes locais”, explica a diretora da Vigilância Sanitária, Tatiana Chaves. A liberação vai entrar em vigor a partir da publicação do decreto. O COE orienta e o decreto disciplina.

Durante a reunião do comitê também foi decidida a aplicação da quarta dose da vacina, contra a Covid-19, em pessoas acima de 60 anos e nos profissionais da saúde, que receberam a terceira dose há mais de 04 meses. “Em detrimento da quantidade de doses que já foram distribuídas pelo Ministério da Saúde, e que estão nos estoques do município iremos iniciar a próxima semana a aplicação da quarta dose nos indivíduos acima de 60 anos e nos profissionais de saúde. Cada município irá elaborar o seu calendário de vacinação”, pontua o superintendente de Atenção á Saúde e Município, Herlon Guimarães. 

Na reunião, por orientação do governador Wellington Dias, foi aprovada ainda um certificado para os servidores, que atuaram na linha de frente de combate a Covid-19, que trarão  benefícios na carreira. “Estes benefícios ainda serão decididos pela Secretaria de Governo. Mas não podemos sair sem agradecer a esses profissionais tão essenciais na luta contra este vírus, vocês nos enchem de orgulho”, disse Florentino Neto. 

Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que citada a fonte.