Últimas

latest

Neymar leva entradas e demonstra dor no pé direito na estreia

segunda-feira, 18 de junho de 2018

/ por Arnaldo Francisco
O drama do pé direito de Neymar voltou a assombrar a seleção brasileira neste domingo (17), na estreia na Copa do Mundo 2018 contra a Suíça, em Rostov, na Rússia. O jogador sofreu com as duras entradas dos adversários e passou grande parte da partida mancando.

O confronto acabou 1 a 1, pelo Grupo E da competição. O camisa 10 da seleção operou o quinto metatarso do pé direito no começo de março, após sofrer lesão em jogo do PSG contra o Olympique de Marseille, pelo Campeonato Francês, realizado no fim de fevereiro.

Foram quase três meses de recuperação até o retorno, pouco antes da Copa do Mundo. A comissão técnica da seleção avisou, na véspera da estreia, que o jogador não estava com 100% de condições de jogo, mas o bom desempenho nos amistosos -contra Croácia e Áustria, quando marcou dois gols- deram confiança ao atleta e também aos membros da delegação.

Diante da Suíça, Neymar parecia confiante e até pintou o cabelo de loiro na véspera, com seu cabeleireiro particular, que o visitou na concentração apenas para isso. E o camisa 10 começou o duelo com vontade, mas deu mostras de que seria perseguido pelos adversários desde o princípio.
Logo aos três minutos de bola rolando, ele recebeu a bola pela primeira vez e foi cercado por três atletas suíços no meio de campo. Reclamou de falta, mas acabou ignorado pela arbitragem. Dois minutos depois, foi puxado pela camisa pelo número 10, Xhaka, mas o árbitro deu vantagem ao brasileiro no lance. Depois, advertiu o meio-campista europeu.

Neymar e Xhaka já tinham histórico antes em confrontos internacionais por seus respectivos países. O suíço esteve em campo nas duas vitórias de sua seleção em que o atacante brasileiro também esteve em campo pelo Brasil.

Na primeira delas, em 2009, na Copa do Mundo sub-17 realizada na Nigéria, a Suíça venceu por 1 a 0 e eliminou o Brasil ainda na primeira fase. Depois, já pelo time principal, em amistoso de 2013, na Basiléia, novo triunfo dos europeus, pelo mesmo placar do confronto de juniores.

A Suíça, por sinal, é o europeu que mais vezes venceu Neymar pela seleção brasileira, se computados jogos desde os tempos de categorias de base.

No duelo deste domingo, aos 11 do primeiro tempo, Neymar construiu sua primeira grande jogada. Recebeu de Coutinho e deixou Paulinho sozinho na grande área, mas o volante pegou mal na bola e por pouco não abriu o placar.

Nos dois lances seguintes, o camisa 10 chamou os rivais para o drible e sofreu a falta em um deles. Comemorou, aos 17, o gol do amigo Philippe Coutinho, que abriu o placar em Rostov.
Após alguns minutos, o camisa 10 do Brasil passou a levar a mão ao tornozelo, demonstrando incômodo no pé direito. O excesso de faltas dos rivais contribuiu. O capitão da Suíça, Lichtsteiner, havia dito neste sábado (16) que é quase impossível parar Neymar totalmente em 90 minutos. O lateral suíço foi um dos que o pararam no duelo, mas com falta.

No segundo tempo, Neymar sentiu novamente nítidas dores no pé direito, após arriscar jogada individual pelo lado direito do campo de ataque e finalizar para fora. Nem sequer foi cobrar o escanteio, apesar de ser o batedor oficial do Brasil. Eram 12 minutos da etapa complementar.

A partir daí, a atuação do camisa 10 brasileiro caiu de produção. Neymar passou a evitar dar grandes corridas e caminhava lentamente pelo lado direito do campo, de vez em quando mancando.

Sofreu nova falta dura aos 20 minutos e agonizou de dores no chão, mas logo levantou, para alívio dos torcedores brasileiros na Arena Rostov.

Em dificuldades ao ver seu principal jogador sofrer com o pé operado, a seleção perdeu o diferencial dentro de campo contra a Suíça, que administrou o empate conquistado logo aos 5 minutos do segundo tempo.

Mesmo baleado, Neymar entrou sozinho entre os zagueiros rivais e tentou usar a cabeça para dar a vitória, aos 42, mas mandou no meio do gol, para defesa tranquila do goleiro Sommer. Agora, além do empate logo na estreia, a seleção vai ter a preocupação extra de cuidar do estado físico de Neymar já para o duelo contra a Costa Rica no dia 22, em São Petersburgo.

A Sérvia lidera o Grupo E com três pontos, seguida por Brasil e Suíça, com um ponto cada.

ROSTOV, RÚSSIA (FOLHAPRESS)

Nenhum comentário

Postar um comentário

Seleções do editor
© Todos os direitos reservados
Feito com por AF Design