[ListLayout]
×

Governo vai monitorar níveis de 40 barragens do Piauí a partir de agosto

A Secretaria do Meio Ambiente começa a instalar em agosto, réguas em todas as barragens e açudes do Piauí. O objetivo é monitorar o volume de água desses reservatórios para que seja feito um planejamento hídrico do estado, bem como um estudo da segurança desses locais. São mais de 40 barragens espalhadas de norte a sul do estado. “Com essa medida vamos poder fazer um planejamento hídrico do estado, bem como acompanhar a segurança dessas barragens. Saber como estão às paredes e se precisam de reparos”, explica o secretário do meio ambiente, Ziza Carvalho.
De acordo com o secretário, a instalação das réguas nas barragens faz parte de um programa chamado Pró-Gestão, desenvolvido em parceria com Agência Nacional de Águas (ANA). “Estamos executando o programa e já contratamos uma empresa”, informou o secretário.

O assunto, inclusive será discutido em Brasília nesta terça-feira (7). As réguas serão instaladas em todas as barragens, independente do órgão executor. O objetivo é priorizar o abastecimento humano e a dessedentação animal e depois os demais usos, como a irrigação.

Uma empresa de consultoria da Paraíba vai fazer o treinamento de dois técnicos da secretaria para atuar no trabalho de instalação das réguas.

152 cidades em emergência

O Piauí possui atualmente 152 municípios em situação de emergência. Na última sexta-feira (3), o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, assinou um termo de compromisso entre a União e o Piauí para a destinação de recursos da ordem R$ 12 milhões. Metade do dinheiro será para a redução dos efeitos da estiagem. 

Uma das novidades anunciadas por ele, é que os gestores das cidades em estado de emergência podem driblar a burocracia na busca por ajuda e, através de um simples ofício, relatar a situação ao Governo Federal.

O ministro disse que a solução é de extrema emergência e que, além do Governo Federal, os prefeitos podem buscar apoio também na Secretaria Estadual da Defesa Civil.

Militares do 25º Batalhão de Caçadores devem abastecer 69 municípios no Piauí

com água de carros pipas, destes a maior parte será para as zonas rurais destas cidades. 

De acordo com o tenente coronel Taumaturgo Farias, subcomandante do 25º BC, a lista dos municípios é de responsabilidade da Secretaria Nacional de Defesa Civil, que envia para o Ministério da Defesa. “O 25° BC está operacionalizando a água para diminuir a seca no Nordeste e abrange zona rural e urbana, mas no alguns municípios piauienses somente na zona rural, depois do estudo feito pela Secretaria Nacional”, afirmou o subcomandante.

Cidadeverde.com

Comentários