A Procissão de Domingo de Ramos em Batalha

A Semana Santa tradicionalmente se inicia no Domingo de Ramos, porque celebra a entrada de Jesus em Jerusalém montado em um jumentinho, representando humildade. O povo simples aclamava e aplaudia Jesus representando  “Aquele que vem em nome do Senhor”.

“O mesmo povo que vira Jesus ressuscitar Lázaro de Betânia havia poucos dias e estava maravilhado. Ele tinha a certeza de que este era o Messias anunciado pelos profetas; mas esse mesmo povo tinha se enganado no tipo de Messias que Cristo era. Pensavam que fosse um Messias político, libertador social que fosse arrancar Israel das garras de Roma e devolver-lhe o apogeu dos tempos de Salomão” (Canção Nova).


Em Batalha a procissão não foi representada como manda a tradição: não houve o jumentinho e faltou o canto “Hosana” entoado pelos fiéis e sim um som mecânico. Como bem lembrou o professor Nonato Silva, uma voz presente em nossa comunidade católica.


Fonte: Pagina de Batalha

Comentários