Sindicato vai pedir Mandado Preventivo de Segurança para servidores

A prefeita de Batalha Teresinha Alves (PSB), está ameaçando demitir um imenso grupo de servidores concursados, no certame ocorrido em 2011/2012. Apreensivos, os servidores se reuniram na manhã do último sábado (29), com o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, professor Nonato Silva na sede do SINDSERM.
A atitude ilegal e arbitrária será comunicada a Juíza Drª Lidiane Marques Batista e ao Ministério Público no início desta semana. O sindicalista Nonato Silva garante que os servidores não serão demitidos, pois segundo ele, para que isso ocorra, será necessário que o poder público reveja primeiro as gratificações ofertadas sem necessidade. E que haja inclusive redução de salários de prefeito, vice prefeito, secretários e cargos comissionados.
O sindicalista citou na reunião vários órgãos públicos que funcionam com servidores não concursados; Matadouro, Mercado e CAPs, além do mais, o Secretário de Administração ganha só de gratificação mais de 5 mil reais. Antes que se demitam servidores concursados, é preciso, por exemplo, que coloquem em sala de aula mais de 20 professores que estão em outros setores.
“Estamos preparando uma Ação Judicial, o Mandado Preventivo de Segurança para defender estes servidores que estão em seus cargos por puro mérito, que eles não sejam prejudicados”, argumento Silva, acrescentando “Vamos protocolar no fórum nesta semana, para que a juíza se manifeste contra ou a favor à nossa petição, antes, porém, ela dará ciência ao Ministério Público”, finaliza.

 Fonte: Acesse Piauí / Batalha

Comentários