Servidores vão cruzar os braços


Os Servidores Públicos Municipais de Batalha, 154 km ao norte de Teresina decidiram cruzar os braços por 24 horas, na próxima segunda-feira (16), A decisão foi tomada agora pouco, no encerramento da sessão da câmara de vereadores.  Na sessão da câmara de hoje (13), servidores, estudantes e populares lotaram o plenário, todos esperavam ouvir a mensagem do presidente do SINDSERM professor Nonato Silva, mas o presidente do legislativo adiou por meio de oficio o uso da tribuna livre pelo sindicalista.
Após a sessão um grupo de servidores se reuniu, para discutir o rumo que iriam tomar. Então decidiram Cruzar os Braços como sinal de alerta. Caso nada seja resolvido, poderão deflagrar greve geral. O presidebte do Sindserm, está convocando todos os servidores para uma assembléia na próxima sexta feira (20), onde dicidirão se haverá greve ou não.
A ideia é que a paralisação sirva como advertência ao governo municipal que, segundo os servidores, não está cumprindo com suas obrigações, honrando o pagamento em dia, problema com transporte escolar, o não pagamento de ajuda de custo para deslocamento, não pagamento de gratificação do multi-seriado e outros.
A decisão deste ato público está sendo tomada pelos próprios servidores e o sindicato da categoria está acompanhando e dando apoio. A comissão que está puxando a paralização, já começa a mobilizar os demais servidores para este momento de BRAÇOS CRUZADOS, às 5:30 da manhã da próxima segunda-feira na Praça da Matriz, haverá café comunitário.
Fonte: Acesse Piauí 
© 2013-2021 Diário de Caraíbas - Todos os direitos reservados.