Mais de 150 pessoas foram presas em março no Piauí por violência contra a mulher

Pelo menos 150 pessoas foram presas no Piauí somente neste mês de março durante a “Operação Átria” da Polícia Civil, que visa combater a violência contra a mulher através de ações repressivas e preventivas. A operação ocorre em todo o território nacional e é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A operação, que acontece desde o dia 1º de março, finalizou nesta segunda-feira (25). Durante a ação, foram feitas 158 prisões em flagrante, 11 mandados de prisão preventiva foram cumpridos e, além disso, foram requeridas mais de 400 medidas protetivas de urgência.

Segundo a diretora de Proteção à Mulher e aos Grupos Vulneráveis, delegada Bruna Verena, a operação contou ainda com diversas ações educativas, fiscalizações de denúncias e cumprimento de medidas protetivas de urgência.

Sobre a operação

Átria é o nome da principal estrela da constelação denominada “Triângulo Austral” do hemisfério estelar sul. Tem coloração alaranjada e consta na bandeira do Brasil. Em alusão à posição de destaque da estrela, o nome dado à operação ilustra a ideia de reposicionar mulheres agredidas, retirando-as da condição de vítima. A Secretaria de Segurança Pública do Piauí, por meio da Polícia Civil do Piauí, reitera o compromisso de não tolerar qualquer tipo de violência contra mulheres.