Cresce número de denúncias por violência doméstica no Piauí

O estado do Piauí enfrenta um alarmante cenário com uma média de dois casos de feminicídio por mês, totalizando 25 registros até o momento. Em comparação com o mesmo período do ano passado, as denúncias de violência doméstica cresceram em 13%, somando 5.918 casos reportados. Este ano, os 25 casos de feminicídio já registrados representam um aumento em relação aos 24 casos ocorridos no ano de 2022.

"Feminicídio é o assassinato de uma mulher por menosprezo e discriminação. São relações de poder exercidas pelo homem no momento do assassinato da mulher", enfatiza Eugenia Villa, delegada e diretora de avaliação de risco da Secretaria de Segurança Pública.

A delegada ressalta que para as vítimas, quebrar o ciclo de violência é uma tarefa extremamente desafiadora.

"A violência contra a mulher se incorpora ao seu estilo de vida, à rotina. Ela muitas vezes não percebe. Por exemplo, no meu caso como delegada, o que o agressor atingiria é a minha autoridade. Se fosse uma professora, atingiria a intelectualidade. Assim, a violência se manifesta de formas diversas na vida da mulher, nunca sendo uma igual à outra", destaca a delegada.

*Com informações do CidadeVerde.com

Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.