Batalha e toda região Norte estão sob alerta laranja de chuvas intensas para hoje

O município de Batalha e todos da região Norte do Piauí estão sob alerta laranja de chuvas intensas para esta segunda-feira, dia 18. A previsão é do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) atualizada na manhã de hoje com validade até às 10 horas desta terça-feira, dia 19.

Segundo o Inmet, a previsão é de chuva entre 30 e 60 milímetros por hora, podendo atingir entre 50 e 100 milímetros no dia. Ainda há previsão de ventos intensos que podem variar entre 60 e 100 quilômetros por hora.

O órgão ainda alerta para o risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas. As instruções são para em caso de rajadas de vento não se abrigar debaixo de árvores devido ao risco de queda e descargas elétricas.

O Inmet pede ainda para que veículos não sejam estacionados próximos a torres de transmissão e placas de propaganda, devido ao risco de desabamento. E por fim deixa o aviso que se possível, que sejam desligados os aparelhos eletrônicos e o quadro geral de energia.

Demais regiões do estado em alerta amarelo

Para as demais regiões do Piauí, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta amarelo de chuvas intensas. A previsão para esses lugares é de chuva entre 20 e 30 milímetros por hora podendo chegar até 50 milímetros durante o dia.

Há também a possibilidade de ventos intensos que podem variar entre 40 e 60 quilômetros por hora.

Nordeste com chuva

A partir desta terça-feira (19) até a sexta-feira (22) chuvas volumosas podem atingir praticamente toda a Região Nordeste, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Segundo boletim do órgão, as áreas de instabilidade com chuva intensa atingirão especialmente o sul e centro-sul da Bahia, centro e sul do Maranhão e o Piauí.

A ocorrência das chuvas está ligada à circulação atmosférica em vários níveis, combinada com a presença de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN) e um Sistema Frontal (SF) no Oceano Atlântico, no sul da Bahia.

Além desses sistemas, o aumento da umidade na região está ligada à oscilação de Madden-Jullian, fenômeno de variabilidade intrasazonal, que gera chuvas acima do normal.

Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.