Maternidade Dona Evangelina Rosa fecha admissão da antiga sede

A Maternidade Dona Evangelina Rosa (MDER), localizada na Avenida Higino Cunha, encerrou, nesta terça-feira (28), a admissão de novos pacientes. A partir de agora, todas as pacientes serão reguladas via sistema de saúde para o novo prédio da avenida Presidente Kennedy, na zona leste de Teresina. A transferência de pacientes entre as duas unidades de saúde teve início no domingo, ocasião em que foram realizados os primeiros partos na nova MDER.

De acordo com Carmen Viana, diretora da Unidade de Saúde, as transferências das pacientes da UTI neonatal e materna estão sendo realizadas de maneira programada nesta semana.

"Estamos conduzindo as transferências de forma segura, fortalecendo ainda mais a capacidade de atendimento. Destaco que alguns recém-nascidos permanecem nas UTIs neonatais da MDER, com transferência programada para a NMDER amanhã. A administração do hospital assegura que todas as medidas foram cuidadosamente planejadas, visando a segurança e o bem-estar dos pacientes", ressalta a diretora.

Carmen também destaca o comprometimento da equipe multiprofissional em garantir uma transição suave. "A expectativa é de que, até sábado, a transferência de todos os pacientes seja concluída. Esta reorganização representa um esforço conjunto para otimizar a prestação de cuidados de saúde às gestantes, puérperas e recém-nascidos atendidos na instituição", concluiu a gestora.

A nova maternidade Dona Evangelina Rosa conta com mais de 20 especialidades médicas e 293 leitos, para garantir a melhor assistência a gestantes e recém-nascidos de alto risco do Piauí.

"A partir de agora, os atendimentos passam a ser 100% na nova maternidade, onde os pacientes terão acesso a serviços com maior qualidade", afirmou o superintendente de Média e Alta Complexidade da Sesapi, Dirceu Campêlo.

Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.