Famílias de baixa renda podem ter antena parabólica digital gratuita

Foto: Swethesthome/Reprodução

O Ministério das Comunicações anunciou que famílias de baixa renda em 439 municípios agora têm a oportunidade de solicitar a instalação gratuita de parabólicas digitais. A medida visa atender à demanda de famílias em situação de vulnerabilidade social que possuem parabólicas tradicionais instaladas em suas residências.

Para se qualificar, as famílias precisam estar inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e possuir uma parabólica tradicional funcionando em casa. A instalação da parabólica digital também será agendada gratuitamente.

O objetivo da iniciativa é ampliar o acesso da população a serviços de comunicação e garantir a democratização da informação. A substituição da antena parabólica convencional pela versão digital tem como objetivo assegurar que não haja interferência, tais como chuviscos, chiados ou imagens congeladas, nos canais abertos de TV por satélite com a chegada do 5G, visto que ambos os sinais são transmitidos pela mesma frequência, de acordo com informações fornecidas pelo ministério responsável. 

Além disso, a antena parabólica digital oferece som e imagem de maior qualidade e disponibiliza até 100 canais gratuitos, o que deve beneficiar aproximadamente 1,5 milhão de pessoas.

AGENDE AGORA

Para fazer instalação da antena de TV parabólica digital, é necessário que a família entre em contato através do telefone 0800 729 2404 ou do site sigaantenado.com.br, fornecendo seus dados pessoais, CPF e número de Identificação Social (NIS).

Carlos santos

Repórter e colunista no Diário de Caraíbas.

Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.