Empresário foi perseguido e executado a tiros no rodoanel de Barras

A Polícia Militar confirmou que a perícia da Polícia Civil encontrou um ferimento ocasionado por disparo de arma de fogo no corpo do empresário Gerson Costa Freitas, encontrado morto na manhã de quarta-feira (29), no rodoanel de Barras.

Gerson era proprietário do Grupo Santa Luzia que atua no ramo de combustíveis e farmácias no município de Barras. Segundo informações, a vítima estava trafegando em sua motocicleta BIZ quando foi interceptado pelos criminosos e alvejado com um tiro de arma de fogo.

Informações dão conta que o empresário teria recebido uma ligação telefônica momentos antes de ser morto, o que o deixou muito nervoso e irritado. O celular da vítima foi encontrado junto ao corpo e deve ajudar na identificação dos criminosos. Agora, a Polícia Civil de Barras vai investigar o caso.

Por meio de nota, o prefeito de Barras, Edílson Capote, lamentou o ocorrido e decretou nesta quinta-feira (30) luto e ponto facultativo aos trabalhadores da administração pública pela morte de Gerson Costa. 

Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.