Bons negócios no I festival do Peixe na cidade de Batalha

O I Festival do Peixe realizado no município de Batalha entre os dias 16 e 17 de abril foi considerado positivo para os organizadores do evento.
O Festival, com a grande comercialização dos peixes, aponta o evento como gerador de renda. O Evento é também oportuno para o consumidor adquirir o produto a preço de custo principalmente para o consumo na Semana Santa.
Logo cedo no primeiro dia do festival a procura foi tão grande que por volta de 10:00h da manhã faltou peixe no local do evento. Os piscicultores tiveram que ir buscar mais peixes em seus criatórios. Teve consumidor que comprou até 60 quilos para a revenda.
Enquanto no mercado o quilo de peixe era comercializado no valor de R$ 10.00 (dez reais), no festival do peixe no CCI o quilo do tambaqui, por exemplo, custava apenas R$ 6.00 (seis reais), mas se o consumidor preferisse poderia optar pelo o pintado ou o pirarucu no valor de R$ 20,00 (vinte reais) o quilo.
“O festival era voltado apenas para os criadores de peixes do município de Batalha, mas devido as suas proporções, vieram piscicultores de outros municípios como o Valto Santos criador de peixes em tanque rede na lagoa de Joaquim Pires que trouxe 200 quilos de tilápia. Quem também esteve no festival do peixe foi o piscicultor Raimundo Castro, do município de Piracuruca, que trouxe pirarucu e pintado e ambos comercializaram tudo”, afirmou o consultor do SEBRAE, Patrócolo Silveira.
“Foi apenas a primeira edição do Festival. O festival do peixe já iniciou nos provando que de fato esse evento gera lucro para os criadores e que pode se tornar tradicional em nosso município” afirmou o ex-prefeito Antônio Lages.
Idealizador do evento, Antonio Lages e sua esposa a prefeita de Batalha Teresinha Cardoso pensam em antecipar a data do festival para uma semana antes, da Semana Santa. “Nós não tivemos a oportunidade realizar um festival com maiores proporções com bandas de musicas, por exemplo, por se tratar de um período santo, nós somos católicos e obedecemos as normas da igreja Católica, mas se o festival fosse em outra data sem dúvida teríamos música ao vivo, disse a Prefeita Teresina Cardoso.
Para Helder Freitas, Gerente do SEBRAE/PI, o Evento foi excelente e prova a importância da cadeia produtiva da piscicultura nesta região. “Os números da comercialização são animadores. Somente em dois dias foram vendidos mais de 6 mil quilos de peixe. Em 2015, este Festival vai ser ainda melhor e com mais piscicultores participando e o que é melhor com a população tendo acesso ao peixe”, afirmou Helder Freitas.
Também no evento, esteve o Engenheiro Agrônomo Rômulo Parente, proprietário da empresa PROFARM, situada em Fortaleza-Ce. Ele disse ter ficado satisfeito com os contatos realizados no Festival do Peixe de Batalha. Rômulo ministrou uma palestra “Vacinação de Tilápia”. Ele disse que é uma tendência dos piscicultores aderirem à esta espécie que conquista cada vez mais mercado. 

Veja mais fotos do Festival do Peixe (aqui)

Assessoria de Comunicação - PMB

Comentários