Três ministros do STF querem censurar mídias sociais, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar, nesta segunda-feira (11), ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) e do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e afirmou que os magistrados querem "censurar as mídias sociais" no Brasil.

Em entrevista ao O Liberal, do Pará, Bolsonaro abordou o requerimento de urgência ao projeto das fake news, reprovado pela Câmara dos Deputados na última quarta-feira (6), e criticou a atuação dos ministros Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso e Edson Fachin.

Em outro momento da entrevista, Bolsonaro criticou as declarações feitas pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que defendeu que os eleitores cobrem deputados “na porta de casa” para reivindicar demandas políticas. "É pela intimidação, ou seja, eles estão certo, tem que fazer o que eles querem, se não vão atazanar a vida da família", disse.

Com informações do portal R7.com

Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.