SPE pune jogadores após eliminação em campeonato na zona rural

A Sub Liga Pubeira de Esportes (SPE), puniram todos os 12 jogadores que atuaram pelo Avascoazinho na XV edição do Campeonato Pubeiro de Futebol de Areia/2022, no assentamento Laureana, na região da Puba no município de Batalha.

O Avascoazinho saiu da competição com a pior campanha da sua história, o time saiu de campo no seu último jogo do grupo "B" após terminar o primeiro tempo. A eliminação causou revolta nas equipes que dependiam de um resultado justo para que fossem identificados os dois times que brigavam pela classificação.

A Coordenação do Campeonato, nas pessoas de o próprio Raimundo Feitosa, Eudes Pereira e Railson Castro penalizaram todos os jogadores que incluía o treinador por dois anos das atividades da Sub Liga.

O atual presidente da SPE, Raimundo Feitosa, que em 1989 fundou o Clube de Competição Avascoazinho da Puba, ressaltou as dificuldades e disse que não são admitidas irregularidades ou sabotagens às equipes. "Aqui nas competições realizadas pela SPE, temos dificuldade financeira para legalização padronizadas dos times, mas tecnicamente mandamos modelo para todo o esporte amador do Brasil, por isso não admitimos irregularidades ou sabotagem a qualquer equipe que seja", disse o presidente da SPE.

A entidade se baseou no Artigo 15º do regulamento que diz, "Os casos omissos, que o teor não consta na narrativa do presente Regulamento, as decisões serão tomadas pelo trio de coordenadores responsáveis pela realização do campeonato".

Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.