Municípios terão que readequar atos em relação a Covid após fim da ESPIN

Após o Ministério da Saúde decretar o fim da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN) em relação a covid-19 na noite deste domingo (17), a Secretaria de Saúde do Piauí (Sesapi) informou nesta segunda-feira (18), que municípios terão que readequar seus atos normativos em relação a doença.

Herlon Guimarães, superintendente de Atenção à Saúde e Municípios da Sesapi, ressaltou quais alterações foram estabelecidas pelo ato ministerial, que ainda será publicado e entrará em vigor 30 dias depois.

Com o fim da ESPIN, entre as mudanças está, a retirada da condição emergencial da Covid-19 na saúde pública do país. A medida impacta nas medidas contra o vírus, como por exemplo, financiamento de novas ações.

O superintendente destaca que ainda não há mudanças nas medidas adotadas pelo Governo do Piauí, permanecendo os decretos em vigor. Ainda de acordo com a Sesapi, o trabalho de vigilância da Covid-19 permanecerá. O órgão permanecerá passando as orientações à população sobre o andamento da situação da covid-19.

Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.