Homem é condenado a 14 anos de prisão por homicídio em Esperantina

Antônio Carlos Silva foi condenado pelo Tribunal do Júri, da Comarca de Esperantina, a 14 anos de reclusão pela prática de homicídio qualificado contra  Leonardo Cardoso Rodrigues. A sessão plenária ocorreu na última terça-feira (29) e foi presidida pelo Juiz Arilton Rosal F. Júnior.

O crime aconteceu na madrugada do dia 08 de fevereiro de 2018, no bairro Pedreiras, na cidade de Esperantina. De acordo com a investigação policial, Leonardo foi morto com golpes de madeira na cabeça. O motivo do crime foi em razão de um acerto de contas por drogas ilícitas.

Antônio Carlos da Silva foi denunciado como o principal autor do crime pelo Ministério Público do Piauí, por meio da 1ª Promotoria de Esperantina. 

O Conselho de Sentença, formado por sete jurados, decidiu por maioria julgar totalmente procedentes os termos da Ação Penal. A tese do MP foi acatada pelo Juiz Arilton Rosal F. Júnior, com a decisão de fixar a pena em 14 anos de reclusão por homicídio qualificado, por motivação fútil, meio cruel e por recurso que dificultou ou tornou impossível à defesa do ofendido. 

O Promotor de Justiça Raimundo Nonato Ribeiro Martins Júnior, foi o responsável pelo oferecimento da denúncia e pelo acompanhamento e impulsionamento do feito em todas suas fases, inclusive instrução plenária do júri e debates orais. Na ocasião, também foi mantida a prisão preventiva do acusado.

*Com informações do RevistaAZ

Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que citada a fonte.