Com reajuste, salários dos professores da rede estadual chegam a mais de 7 mil reais

 Na quarta-feira (16), o Governo do Estado apresentou para os professores da rede, uma tabela salarial com a projeção dos valores de cada classe já com o reajuste salarial proposto à categoria. Todas as classes serão beneficiadas sendo que o menor salário pago será de R$ 3.845,63 e o maior acima de R$ 7.000,00, garantindo pagamento do piso para todas as classes e níveis.

Somado ao reajuste proposto de 10%, será adicionado no vencimento um aumento de 4,17%, referente à incorporação do auxílio alimentação, para todos os ativos e aposentados da categoria.

A tabela aponta ainda que todas as classes serão beneficiadas sendo que a primeira classe A, nível I, sai de um salário de R$ 2.910,32 para R$ 3.845,63, reajuste de cerca de 32%.

“A classe A são professores com formação de nível médio, que não têm curso superior. Hoje, por lei, os Estados só contratam professores com licenciatura. No Piauí, esses profissionais ingressam na carreira já na classe SL. Desde que a lei do piso nacional do magistério entrou em vigor, esses profissionais ganham acima do valor mínimo estipulado pelo Governo Federal”, explicou o secretário de Estado da Educação, Ellen Gera.

Para as demais classes, o reajuste soma 14, 58%. “O professor piauiense que chega ao topo da carreira, classe SD, nível IV ,vai receber R$ 7.468,87”.

O documento foi enviado oficialmente para a direção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica Pública (Sinte), que solicitou os dados para análise junto à categoria. Nesta quinta (17), às 11h30, será realizada uma reunião entre a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e o Sinte, para o debate da proposta.



Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.