[Latest News][6]

3 anos
30 anos da Capela de São Miguel Arcanjo
5 anos
Agenda Cultural
Agenda de Shows
Anúncios
Arnaldo Francisco
Artigos
Assunção do Piauí
Barras
Batalha
Batalha 160 anos
BBB19
Beleza
Bem Estar
Boa Hora
Bom Jesus
Brasil
Brasileira
Buriti dos Lopes
Cada Falso
Campanha “Eu amo Batalha”
Campanhas
Campo Maior
Caraíbas
Carnaval 2018
Carnaval 2019
Casa e Decoração
Ceará
Charge
Cidade
Cidades
Cocal
Coisas da nossa terra
Colaboradores
Concursos
Copa 2014
Copa 2018
Copa 2022
Crônicas
Cultura
Curiosidades
Da Redação
Destaque
Editoria de Cidades
Educação
Eleições 2014
Eleições 2016
Eleições 2018
Em Foco
Enem 2014
Enem 2015
Enem 2016
Enem 2017
Enem 2018
Entretenimento
Espaço Livre
Especial
Esperantina
Esporte
Esporte Campeão
Estilo de Vida
Eventos e Festas
Evite queimadas
Fake News
Fatos Curiosos
Festa de SMA
Festa do Bode 2017
Festejo de São Miguel Arcanjo
Floriano
Fotos
Galeria de Fotos
Gente
Gente e TV
Geral
Imagens
Invista Fácil
javascript:void(0);
José de Freitas
Lagoa de São Francisco
Luzilândia
Marinheiro
Melhores do Ano 2018
Morro do Chapéu
Mundo
Na Lente
Natal do Diário 2016
Natal do Diário 2017
Notícias
Notícias da TV
Notícias regionais
Novidades
Olimpíada Rio 2016
Operação Lava Jato
Parnaíba
Pe. Leonardo Sales
Pedro II
Piauí
Picos
Piracuruca
Piripiri
Plantão
Polícia
Política
Pontos Turísticos
Programa 15 Minutos
Redação nota 1000
Retrospectiva 2017
Revista Diário de Caraíbas
saúde
Semana Santa
Solidariedade
techNews
Tecnologia e Games
Teresina
Textos da Vivi Antunes
Timon-MA
travel
Últimas
Urgente
Variadas
Vídeos
VlogdoArnaldo
Você Repórter
Web Rádio
Web Rádio Caraíbas
z

Tsunami deixa mais de 200 mortos e 800 feridos na Indonésia

Um tsunami atingiu as ilhas de Sumatra e Java na noite de sábado (22) e deixou 222 mortos e 843 feridos, de acordo com o último balanço divulgado pela Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB) da Indonésia. As operações de buscas continuam e, até o momento, não há registro de vítimas estrangeiras.

O fenômeno não foi precedido por um terremoto, o que normalmente dá às autoridades tempo para transmitir um alerta e preparar a população. As ondas gigantes teriam sido provocadas por deslizamentos sob a água causados por erupções do vulcão Anak Krakatoa, que fica em uma ilha.

Os socorristas e ambulâncias têm encontrado dificuldades para alcançar as áreas afetadas, porque algumas estradas estão bloqueadas por detritos de casas danificadas, carros virados e árvores caídas.

"O número de vítimas pode aumentar, pois não nos chegaram informações de todas as áreas afetadas", afirmou em comunicado o porta-voz da BNPB, Sutopo Purwo Nugroho.

Por volta das 21h30 de sábado (12h, no horário de Brasília), ao menos duas ondas gigantes devastaram boa parte das regiões de Pandeglang, South Lampung, Serang e Tanggamus, no estreito de Sunda. De acordo com testemunhas, a segunda onda foi muito maior e mais forte do que a primeira.

Não há registro de brasileiros atingidos

Em nota, o Itamaraty informou que "até o momento", não há registro de brasileiros entre os atingidos. O governo brasileiro acrescentou que acompanha a situação na Indonésia por meio da Embaixada do Brasil em Jacarta e da Divisão de Assistência Consular (DAC) em Brasília.

Para casos de emergência, o telefone do plantão consular da Embaixada em Jacarta é +62 811 800 662. Em Brasília, o Núcleo de Assistência a Brasileiros pode ser acionado pelos telefones +55 61 2030-8803/8804 (das 8h às 20h) e + 55 61 98197-2284 (plantão consular, das 20h às 8h).

Moradores da região costeira relataram não terem visto ou sentido nenhum sinal de alerta, como um recuo das águas ou um terremoto, antes que ondas de 2 a 3 metros de altura chegassem à costa, segundo relatos da imprensa. Porém, autoridades disseram que uma sirene de alerta disparou em algumas áreas.

O último balanço oficial indica a destruição de 556 casas, nove hotéis, 60 barracas de comida e 350 barcos.

As autoridades recomendaram que a população permaneça longe da costa por temer novos tsunamis. Malásia e Austrália disseram que estão prontos para prestar assistência se necessário.

Palco atingido

Em Java, a região turística de Pandenglang, a cerca de 100 km de Jacarta, foi a mais afetada e já registra 164 mortes e 624 feridos. Centenas de casas e hotéis ficaram muitos danificados. A região concentra as praias mais procuradas pelos visitantes como Tanjung Lesung, Sumur, Teluk Lada, Penimbang e Carita.

Em Tanjung Lesung, a onda gigante atingiu um palco onde acontecia um show e arrastou a estrutura contra o público. Alguns integrantes do grupo "Seventeen", que fazia o show, e parte dos espectadores morreram. Veja o vídeo.

Sem alerta

Em Anyer, cidade litorânea de Java situada a 100 km a oeste de Jacarta, não houve forma de avisar a população porque não tinham sistema de alarme de tsunami originado por atividade vulcânica. "O sistema de alarme que temos serve para atividade tectônica mais do que vulcânica", disse Rahmat Triyono, especialista da Agência Meteorológica, Climatológica e Geofísica da Indonésia (BMKG, sigla em indonésio).

O turista norueguês Øystein Lund Andersen contou que fotografava o vulcão quando notou a aproximação da primeira onda, que não foi tão forte.

"Eu tive que correr quando a onda passou pela praia e avançou de 15 a 20 metros [para dentro da cidade]. A onda seguinte entrou na área do hotel onde eu estava e virou carros na estrada. Consegui fugir com minha família para áreas mais altas através de trilhas e por dentro de aldeias, onde fomos atendidos pelos moradores locais", afirmou no Facebook.
Especialistas da Agência de Meteorologia, Climatologia e Geofísica e da Agência de Geologia da Indonésia estão tentando determinar com exatidão o que ocorreu já que o tsunami não foi precedido de um terremoto, como geralmente acontece.

As autoridades indicam que houve um deslizamento de terra provocado pela erupção do vulcão Krakatoa sob a água no Estreito de Sunda, que divide as ilhas de Java e Sumatra. Ele entrou em erupção novamente logo após as 21h de sábado (22) e o tsunami ocorreu cerca de meia hora depois, de acordo com a Agência de Meteorologia, Climatologia e Geofísica. O incidente teria provoca a formação das ondas devastadoras.


Fonte: G1.com.br

About Author Mohamed Abu 'l-Gharaniq

when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book. It has survived not only five centuries.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search