Piauí tem a menor número de assassinatos no Brasil desde 2014, diz Ministério da Saúde

Informações do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), disponíveis no DATASUS com dados coletados pelo Ministério da Saúde (MS), o ano de 2017 aponta a menor quantidade de assassinatos no estado do Piauí desde 2014. Esta informação confirma o levantamento já divulgado Núcleo Central de Estatística e Análise Criminal da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Piauí.

"Temos a segunda melhor nota do Brasil na qualidade dos dados de homicídios e o que os dados do MS demonstram é a qualidade da metodologia aplicada pelo Piauí na coleta, analise e apresentação dos dados feito pelo NUCEAC, coordenado pelo delegado João Marcelo. Essa queda no número de CVLIS se dá ao um forte trabalho feito pela SSP com o objetivo de aumentar a sensação de segurança a população", ressaltou o secretário de segurança, Coronel Rubens Pereira.

De acordo com o MS, no ano de 2017 foram registrados 623 óbitos de residentes por causas externas por agressão e por Intervenções legais e operações de guerra (o que corresponde aos crimes violentos letais intencionais – CVLIS no NUCEAC), já a quantidade registrada pela SSP-PI chegou a 653 vítimas de CVLIS. Os números confirmam a tendência de queda dos casos de morte violentas intencionais no Estado do Piauí desde 2014, quando SSP-PI e Saúde registram, respectivamente, 734 e 717 casos, respectivamente.
Gráfico mostra a diminuição dos casos de assassinato (Crédito: Reprodução)
Para o coordenador do NUCEAC, delegado João Marcelo, o cruzamento de fontes é um instrumento importante para manutenção da qualidades dos dados de homicídio. "Aqui no Piauí procuramos fazer este cruzamento com dados da Saúde deste 2015, isso vem possibilitando a apresentação de um diagnóstico fidedigno dos homicídios no Estado", concluiu o coordenador do NUCEAC.

Fonte: JornalMeioNorte

Postar um comentário

0 Comentários