Aposentado é condenado a 14 anos de reclusão em regime fechado por matar lavrador no PI

O homicida e aposentado esperantinense, Gerson Sampaio de Rezende de 76 anos de idade, foi condenado na segunda-feira (12), a 14 anos de reclusão em regime fechado pelo assassinato do lavrador, José Evaldo dos Santos.

Evaldo dos Santos, foi assassinado de forma fria e calculista, com três tiros de revólver calibre 32 na região do peito e do abdômen, precisamente no dia 12 de junho do ano de 2012, fato ocorrido no povoado Lagoa Seca, exatamente por volta das 10h40min, em frente ao antigo comercio da senhora, Maria Madalena, conhecida popularmente como, Maria Maranhão.

O julgamento de Gerson Rezende, ocorreu nas dependências do plenário da Câmara Municipal de Vereadores, José Sales Dias, e foi presidido pelo Juiz de Direito do Fórum Desembargador Walter Carvalho Miranda, Dr. Ermano Chaves Portela Mrtins.

Na defesa do réu, atuou o advogado esperantinense, Hamilton Coelho Resende que contou com a colaboração da simpática estudante de Direito, Bianca Rocha.

Já o representante do Ministério Público do estado no município, o Promotor de Justiça, Raimundo Ribeiro Martins Junior, atuou como Assistente de Acusação.

No final do júri, Hamilton Resende, concedeu uma rápida entrevista para a nossa equipe de reportagem do jornalesp.com e na ocasião falou da alta pena imposta ao seu cliente pelo conselho de sentença.

Hamilton Resende, falou que vai recorrer da decisão do juri no Tribunal de Justiça do Estado do Piaui – TJPI.

“Vamos pleitear junto ao TJ, que seja realizado um novo júri para absolvição ou diminuição da pena”, disse o nobre advogado.

O Juiz Ermano Chaves, disse que devido o estado de saúde do réu, que tem sérios problemas de saúde, o mesmo, vai consultar a direção da Penitenciaria Regional Luis Gonzaga Rebelo, no sentido do seu recebimento no referido presidio.

Com informações do Jornal ESP

Postar um comentário

0 Comentários