[Latest News][6]

3 anos
30 anos da Capela de São Miguel Arcanjo
5 anos
Agenda Cultural
Agenda de Shows
Anúncios
Arnaldo Francisco
Artigos
Assunção do Piauí
Barras
Batalha
Batalha 160 anos
BBB19
Beleza
Bem Estar
Boa Hora
Bom Jesus
Brasil
Brasileira
Buriti dos Lopes
Cada Falso
Campanha “Eu amo Batalha”
Campanhas
Campo Maior
Caraíbas
Carnaval 2018
Carnaval 2019
Casa e Decoração
Ceará
Charge
Cidade
Cidades
Cocal
Coisas da nossa terra
Colaboradores
Concursos
Copa 2014
Copa 2018
Copa 2022
Crônicas
Cultura
Curiosidades
Da Redação
Destaque
Editoria de Cidades
Educação
Eleições 2014
Eleições 2016
Eleições 2018
Em Foco
Enem 2014
Enem 2015
Enem 2016
Enem 2017
Enem 2018
Entretenimento
Espaço Livre
Especial
Esperantina
Esporte
Esporte Campeão
Estilo de Vida
Eventos e Festas
Evite queimadas
Fake News
Fatos Curiosos
Festa de SMA
Festa do Bode 2017
Festejo de São Miguel Arcanjo
Floriano
Fotos
Galeria de Fotos
Gente
Gente e TV
Geral
Imagens
Invista Fácil
javascript:void(0);
José de Freitas
Lagoa de São Francisco
Luzilândia
Marinheiro
Melhores do Ano 2018
Morro do Chapéu
Mundo
Na Lente
Natal do Diário 2016
Natal do Diário 2017
Notícias
Notícias da TV
Notícias regionais
Novidades
Olimpíada Rio 2016
Operação Lava Jato
Parnaíba
Pe. Leonardo Sales
Pedro II
Piauí
Picos
Piracuruca
Piripiri
Plantão
Polícia
Política
Pontos Turísticos
Programa 15 Minutos
Redação nota 1000
Retrospectiva 2017
Revista Diário de Caraíbas
saúde
Semana Santa
Solidariedade
techNews
Tecnologia e Games
Teresina
Textos da Vivi Antunes
Timon-MA
travel
Últimas
Urgente
Variadas
Vídeos
VlogdoArnaldo
Você Repórter
Web Rádio
Web Rádio Caraíbas
z

Queda de energia afeta cidades em 14 estados do Norte e do Nordeste

Municípios de ao menos 14 estados do Norte e do Nordeste do país enfrentaram um apagão nesta quarta-feira (21): Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rondônia, Sergipe e Tocantins.

De acordo com as companhias de energia locais, 2.049 cidades foram afetadas nos 14 estados. O número representa 93% do total de municípios (2.204) desses estados.

Também houve registro de falta de energia em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

O problema foi registrado às 15h48. Em nota, o Operador Nacional do Sistema (ONS) informou que as causas do desligamento estão sendo investigadas (leia a íntegra da nota mais abaixo).

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, disse que o apagão ocorreu após uma falha em uma linha de transmissão ligada à usina de Belo Monte, no Pará, que não suportou um aumento de carga. Segundo o ministro, essa linha foi programada para operar em uma potência maior.

Em entrevista coletiva no início da noite desta quarta, o diretor-geral do ONS, Luiz Eduardo Barata Ferreira, disse que a falha ocorreu em um disjuntor na subestação Xingu, no Pará.

O problema, segundo Ferreira, causou "pequena perturbação" nos sistemas do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, mas provocou um "colapso", com "repercussão bem mais acentuada", nos sistemas do Norte e Nordeste.

"A partir dessa interrupção [após a falha], nós tivemos a separação dos sistemas Norte e Nordeste dos sistemas das regiões Sul e Sudeste, o que provocou um excesso de geração na Região Norte e levou à desconexão dos sistemas das regiões Norte e Nordeste. O Brasil tem todo o país interligado, a exceção do estado de Roraima. Neste evento, o que ocorreu foi uma separação dos sistemas Norte e Nordeste e Sul e Sudeste", disse.

O apagão atingiu todos os municípios dos estados do Rio Grande Norte, da Paraíba, do Maranhão, de Pernambuco, do Ceará, de Sergipe, da Bahia, do Piauí, do Tocantins e do Pará.

Às 19h, segundo o diretor do ONS, o fornecimento de energia havia sido restabelecido em quase toda a região Norte. Nas capitais do Nordeste, contudo, a situação estava sendo normalizada aos poucos: 20% em Natal e João Pessoa; 25% em Aracaju; 30% em Salvador; 50% no Recife e em Teresina; e 80% em Fortaleza.

Em Rondônia, algumas cidades ficaram sem energia por 1 hora e 15 minutos, das 14h48 às 16h03 (horário local), segundo a Eletrobras.

No Amazonas, a falta de energia afetou Manaus e Manacapuru, na região metropolitana.

Em São Paulo, a concessionária Eletropaulo - que atende a capital e 24 municípios da região metropolitana - informou que a rede foi "parcialmente afetada entre 15h48 e 15h55".

Em Minas Gerais, 31 cidades atendidas pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) ficaram sem luz por cerca de 15 minutos. No Rio de Janeiro, a queda de energia durou 12 minutos e atingiu 16 cidades, entre elas a capital do estado.

Em Goiás, foram 11 municípios afetados. No Distrito Federal, o desabastecimento durou 20 minutos. Em Mato Grosso foram oito cidades atingidas, e outras cinco em Mato Grosso do Sul.

Em Santa Catarina, as cidades mais afetadas foram Florianópolis, Joinville e Blumenau. No Paraná, a oscilação foi registrada entre 15h48 e 16h07.
Leia a íntegra da nota do ONS:

Hoje, 21 de março, às 15h48, uma perturbação no SIN causou o desligamento de cerca de 18.000MW, majoritariamente localizados nas regiões Norte e Nordeste, correspondendo a 22,5% da carga total do SIN naquele momento.

Em consequência da perda de carga, entrou em funcionamento o primeiro estágio do Esquema Regional de Alívio de Carga do Sistema Sul, Sudeste e Centro-Oeste, com corte automático de consumidores, no montante de 4.200MW.

Os sistemas Sul, Sudeste e Centro-Oeste ficaram desconectados do Norte e Nordeste.

Às 16h15 já havia sido realizada a recomposição de praticamente toda a carga no Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

As equipes do ONS estão neste momento dedicadas à recomposição dos sistemas Norte e Nordeste, já em curso.

As causas de desligamento estão sendo investigadas.

Fonte: G1.com.br

About Author Mohamed Abu 'l-Gharaniq

when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book. It has survived not only five centuries.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Start typing and press Enter to search