Aluna nota mil na Redação do Enem é aprovada para Medicina: “completamente realizada”

A estudante Isabella Castelo Branco não cabe em si de felicidade. A jovem de 17 anos foi aprovada para o curso de Medicina da Universidade Estadual do Piauí e avisa que hoje (29) terá festa em sua casa. A piauiense é uma das 53 pessoas que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no País que conseguiu obter nota mil na Redação. 

O resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi divulgado nesta segunda-feira (29), no site http://sisu.mec.gov.br/. Ao Cidadeverde.com, Isabella Castelo Branco afirma que a aprovação no curso de Medicina siginifica a realização de um sonho.

“É um sonho que passei três anos construindo, desde o início do meu ensino médio. Estou muito feliz, completamente realizada e ansiosa para conhecer o curso. Por enquanto tenho muita vontade de ser ginecologista e obstetra, mas isso pode mudar no decorrer do curso”, disse Isabella.

Redação nota 1000

Sobre atingir a nota 1000 na Redação do Enem, Isabella disse que precisou treinar a escrita, ter leituras variadas e disciplinar o tempo do estudo para conseguir o feito. A estudante se dedicava das 15h até as 23h para ter um resultado exitoso no exame.

Isabella elogiou o tema da redação 2017 que trouxe o debate "Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil". A jovem conta que  citou uma personagem do livro "Memórias Póstumas de Brás Cubas", do escritor Machado de Assis, em sua dissertação.

"Argumentei que a sociedade não sabe lidar com as diferenças e que as pessoas não cobram políticas públicas para as pessoas com deficiência. O livro aborda a deficiência da personagem de Eugênia que era coxa e também associei a esse fato". Ela disse que trouxe também teorias do filosofo alemão Arthur Schopenhauer.

Por: Izabella Pimentel
CidadeVerde.com
© 2013-2021 Diário de Caraíbas - Todos os direitos reservados.