ONU e Sejus firmam parceria para obras no sistema prisional do Piauí

A Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus) firmou parceria com a Organização das Nações Unidas (ONU) – por meio do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS) –, para a realização de obras e ações no sistema prisional do Estado.

Segundo nota da Sejus, em reunião com representantes do UNOPS, em Brasília, nesta terça-feira (10), o secretário de Justiça, Daniel Oliveira, propôs que a ONU acompanhe e auxilie o Governo do Estado nos trabalhos de reconstrução do presídio de Esperantina e de novas penitenciárias.

“A ideia é que esse modelo de ação da ONU, que já foi testado, por exemplo, no Haiti, seja aplicado no sistema penitenciário do Piauí, começando na reconstrução do presídio de Esperantina e trabalhando em projetos de novas unidades penais”, explica Daniel Oliveira.

A UNOPS tem projetos em todos o mundo, nas áreas de engenharia, construção e infraestrutura. Nos dias 19 e 20 deste mês, equipes de Engenharia e Assessoria Técnica da Sejus se reunirão com a entidade para formatar o plano de trabalho das obras em Esperantina.

Fonte: RevistaAZ
Arnaldo Silva

Acadêmico de Jornalismo na Universidade Federal do Piauí. É Diretor-geral de jornalismo, repórter de política e municípios do Diário de Caraíbas.

Postar um comentário

Postar um comentário

Os comentários não representam a opinião do portal e são de responsabilidade do autor.

É permitida a reprodução deste conteúdo (matéria) desde que citada a fonte.