Prefeito João Messias participa de sessão solene na Câmara

A Câmara Municipal de Batalha, abriu oficialmente os trabalhos de 2017 atual Legislatura na noite de ontem 15, de fevereiro, em sessão solene que contou com a presença do prefeito, João Messias Freitas Melo e outras autoridades.

A sessão foi aberta pelo Presidente da Câmara, vereador Clayson Amaral(PSB), que convidou o
 prefeito para o seu pronunciamento.

Em sua fala, o prefeito desejou um ótimo ano de trabalho ao Legislativo batalhense. E fez um relato dos 45 dias de seu governo, chamando à atenção dos parlamentares e público presente para a real situação que se encontra o município.

O prefeito disse que encontrou um colapso financeiro e administrativo. “Em 2017 será um ano de muitos desafios, todavia, mesmo diante das dificuldades estamos fazendo nossa parte. Embora muitos digam por aí, há, esta administração está muito lenta. Até hoje, eu não recebi nenhum documento, nada, nada….só as mesas”,. João Messias disse que fez, com sua resumida equipe, um trabalho exaustivo, junto aos órgãos, na busca de documentos(cópias de contato). “Mas estamos trabalhando, porém, as mudanças que estamos fazendo não serão notadas de imediato”, relatou João Messias.

O prefeito lembrou seu discurso de campanha, quando dizia que iria encontrar muitos problemas. Diante do desequilíbrio financeiro, Messias fez um apelo aos vereadores, no sentido de incentivar as matrículas na rede municipal, para gerar receita.

Segundo o prefeito, há uma disputa de alunos(Município/Estado), onde o município perde cerca de 1.700 alunos do ensino fundamental, para o estado. “Isso é grave e contra a lei. Vejam, se colocamos nossas escolas à disposição do estado e em troca recebo uma negativa, não pode”, explica Messias e adiantou que vai levar o problema ao conhecimento do governador. 

Citando os problemas,  o prefeito disse que nestes 45 dias de sofrimentos, teve que pagar diversas despesas da antiga gestão, entre elas, duas folhas de pagamento, o mês de dezembro e o 13° salário.

De acordo com o prefeito, foi uma surpresa desagradável, saber que a Obra da Creche da Pedra do Letreiro está suspensa. Segundo ele, o Ministério da Educação informou a prefeitura, em maio de 2016 que iria suspender a obrar. Problema grave! “Não sabemos como fazer, ainda, para retomar este projeto”, diz. 

“Eu sou Messias mas não sou milagroso“Projetos como a quadra coberta, do Bairro Formigueiro e da localidade Cacimbas II estão em andamento.
 
A cidade precisa de investimentos. Na área da saúde, o gestor informou que esteve com o Secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa, e solicitou uma nova ambulância para o município. Bem como, um novo Centro Cirúrgico.

Todos os 11 vereadores estavam presentes. A palavra foi facultada, os vereadores Eduardo Cruz, Gonçalo Firmino, Guilherme Machado, Paulo Pires, Nerioston, Nenem Celedone e o presidente fizeram pronunciamento. 

Fonte: Agora Batalha

Postar um comentário

0 Comentários