[ListLayout]
×

Piauí registra queda de 5,77% em crimes violentos

Um levantamento feito no mês de agosto pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) aponta uma redução nos crimes violentos letais intencionais (CVLI) registrados no Piauí. Os dados apontam uma queda de 5,77% em comparação com o mesmo período do ano passado. Ao todo, são 49 casos registrados neste ano contra 52, em 2015. Os CVLI's incluem homicídios dolosos, latrocínio, lesão corporal seguida de morte, feminicídios e estupro seguido de morte.

No interior, 29 casos foram registrados contra 22, neste ano. Contabilizando uma queda de 24,14%. Em Teresina, a mesma modalidade teve um aumento 17,39% comparando com o mesmo período do ano passado.

O Secretário de Segurança, Fábio Abreu, acredita que o planejamento das ações preventivas aumenta o combate a violência nos municípios. “Nossa meta é continuar com as investigações, operações integradas e o trabalho ostensivo para coibir os crimes no estado. O foco é melhorar toda a estrutura de trabalho para que outras áreas também tenham essa redução”, disse o Secretário.

Para o coordenador do Núcleo Central de Estatística e Análise Criminal (NUCEAC), delegado João Marcelo Brasileiro, a queda se dá pelo crescimento nas ações de combate a criminalidade de maneira preventiva e integrada envolvendo as Polícias Civil e Militar. “O mapeamento constante desses crimes permite uma intervenção rápida e cirúrgica nos municípios críticos, fazendo com que as ações integradas desenvolvidas pelas Polícias Civil e Militar possam agir na prevenção e repressão dos homicídios”, disse o coordenador.

Roubos

Os registros de roubos em Teresina tiveram um aumento. Em agosto de 2015, os distritos da capital registraram 1.443 casos de roubo. No mesmo período deste ano foram 1.523 ocorrências, o que corresponde a 5,54%.

Roubo de veículos

Sobre o roubo de veículos, o Núcleo de Estatísticas da SSP contabilizou um aumento de 49,19% em Teresina. No mês de agosto do ano passado, foram 124 casos registrados na Polinter contra 185 neste ano.

Fonte: PortalAZ

Comentários