Pedro II: aulas iniciam com implantação do Piso Nacional para professores

Após uma semana de preparação pedagógica, os profissionais da Educação de Pedro II voltaram às atividades com o anúncio de mais estrutura nas escolas, melhores condições de trabalho e a implantação do Piso Salarial do Magistério, que prevê um aumento de 11,36% nos vencimentos dos professores. O salário base passa de R$ 1.917,78 para R$ 2.135,64 para educadores com 40 horas de trabalho semanais.

A prefeita Neuma Café assinou o projeto de Lei que implanta o piso nacional dos professores em Pedro II e autoriza o pagamento retroativo a partir de janeiro de 2016.

As 63 unidades escolares da Rede Municipal de Ensino foram abertas com 6.088 matriculados no Ensino Fundamental e 1.116 alunos, de dois a cinco anos de idade, no Ensino Infantil, perfazendo um total de 7.204 alunos matriculados somente na Rede Municipal.

Em visita à uma das creches do município, a prefeita Neuma Café destacou avanços no setor. "Vamos pagar o Piso Salarial dos professores, melhoramos a qualidade da merenda escolar, estamos implantando a primeira escola de tempo integral, em parceria com a Fundação Santa Ângela, reformamos e equipamos a escola infantil Chapeuzinho Vermelho e vamos inaugurar uma creche no bairro São Gonçalo e outra na Lagoa do Sucuruju, que custará mais de um milhão de reais. Isso é compromisso com a Educação", enfatizou Neuma Café.

Fonte: CidadeVerde
© 2013-2021 Diário de Caraíbas - Todos os direitos reservados.