Wellington Dias anuncia que Governo do Estado fará novos concursos públicos para a área de segurança e saúde

O governador eleito, senador Wellington Dias (PT), informou que, após se adequar à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que estabelece como limite de gastos com pessoal 49% da receita corrente líquida, vai promover concurso público na área de segurança pública para reforçar os efetivos da Polícia Militar (PM) e Polícia Civil.

“Queremos aumentar os efetivos das Polícias Militar e Civil para enfrentar a criminalidade”, falou Dias. Ele declarou que a outra área que deve contratar mais profissionais é a da saúde. “Vamos trabalhar para aumentar a receita e crescendo a economia ter folga para chamar concursados que o Estado está precisando como realizar novos concursos”, adiantou.


Wellington Dias falou que seu plano ao assumir o Governo do Estado é desenvolver as unidades de saúde, em um primeiro momento. “É preciso ter um atendimento emergencial por parte do Governo Federal e garantir que a gente possa ter uma parceria com o setor privado para as áreas de retaguarda, de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) e de cirurgias, onde há ameaças de perdas de vidas. Vamos integrar à capital, que tem um sistema de média e alta complexidade para poder fortalecer e melhorar o sistema e, vamos agora, ter o tempo necessário para estruturar”, falou Dias.



Wellington Dias declarou que o Governo do Estado tem que investir novamente nos Hospitais Regionais, investir na alta complexidade e completar o que seus dois governos iniciaram em Parnaíba, Picos, Floriano e Bom Jesus, além de investir nos hospitais de clínicas em regiões como Piripiri, Corrente, Oeiras, São Raimundo Nonato, Barras, São Raimundo Nonato, Esperantina e Campo Maior. ”O objetivo é já que temos uma rede de atenção básica, que com o Programa Mais Médico melhorou, e vamos trabalhar com a rede de clínicas, que são hospitais de especialidades, que hoje só temos em Teresina, que são CEUs, UPA (Unidade de Pronto Atendimento), em 11 regiões e em cinco macrorregiões na área da alta complexidade”, falou Wellington Dias.


Meio Norte

© 2013-2021 Diário de Caraíbas - Todos os direitos reservados.