TSE divulga dados que apontam Piauí com 265 mil eleitores analfabetos

Joaquim Santana, que faz parte da corte do Tribunal Regional Eleitoral e que está julgando os registros de candidatura das eleições, considerou alto este número.

"É muito elevado. Em 1969 quando eu realizava cursos de alfabetização em Fortaleza já se trabalhava contra o analfabetismo. Estamos em plenos século XXI e ainda temos esse número elevado", completou.

Sobre as eleições, ele disse que o eleitor não tolera mais baixo nível na campanha e que agora ele está mais consciente para escolher seus candidatos. "Até agora estamos avaliando bem esse início de campanha, o TRE organizado e os juízes empenhados", pontuou.

Fonte:cidadeverde.com

Comentários