[ListLayout]
×

Fraude: Roubaram um bloco, candidato pede fim do voto em separado


Na reta final da campanha sindical 2013, o candidato Francisco de Assis Areia de Castro, que encabeça a chapa 2, deu entrada na tarde de ontem (09), na Comissão Eleitoral um pedido de IMPUGNAÇÃO A VOTO EM SEPARADO. O candidato De Assis Laureano, não aceita que nesta eleição se tenha votos em separados de eleitores que não estejam na lista de votantes, nos termos do artigo 26º, inciso I do Regimento Eleitoral.
O candidato da CHAPA 2, também argumento em seu pedido o desaparecimento de um bloco de pagamento contendo 100 (cem) folhas. O bloco foi furtado da sede do STTR conforme Boletim de Ocorrência (B.O), assinado pelo presidente da entidade Francisco Ferreira das Chagas em 11 de outubro 2013.
Para De Assis Laureano, a pessoa que furtou o referido bloco, tem a intenção de fraudar as eleições, botando em dia eleitores que estão em débito. O furto do bloco, além de anunciar uma fraude nas eleições vindouras prejudicou o inciso I do artigo 26º do Regimento Interno Eleitoral.
O candidato De Assis Laureano (CHAPA 2), solicitou resposta no prazo de 24 horas, seria às 14:10 de hoje, sob pena do ajuizamento da ação própria, na Justiça do Trabalho de Piripiri-PI.
Uma reunião foi marcada, depois desmarcada pela Comissão Eleitoral. Outra está agenda para esta quarta-feira (11/12).

Comentários